PAM tem plano estratégico para erradicar fome em STP (São Tomé e Príncipe) | Land Portal

O Programa Alimentar Mundial, vai implementar um plano estratégico para eliminar a fome em São Tomé e Príncipe, até 2030. Garantia de Abdou Dieng(na foto), Director Regional do Programa Alimentar Mundial, para África Ocidental e Central, que se reuniu na segunda – feira, com o Primeiro-ministro Patrice Trovoada. Segundo o responsável do PAM para África Ocidental e Central, o plano estratégico em preparação vai seguir o modelo brasileiro de luta contra a fome, designado Fome Zero.


Abdou Dieng, é desde 2016 o novo Director do PAM, para África Ocidental e Central. Coordena as acções do organismo das Nações Unidas em 19 países africanos incluindo São Tomé e Príncipe. Na sua primeira visita ao arquipélago são-tomense, anunciou a implementação de um plano estratégico para eliminar a fome até 2030. «Vamos trabalhar com todos os Estados africanos no sentido de ajudar a atingir o objectivo número 2 do desenvolvimento durável, e no caso de São Tomé e Príncipe eliminar a fome até 2030», afirmou Abdou Dieng, a saída do encontro com o Chefe do Governo são-tomense.


O modelo de luta contra a fome implementado pelo Brasil, designado Fome Zero, inspira o plano estratégico do PAM para STP. O Chefe regional do PAM, garantiu que vai ser promovida uma visita de estudo ao Brasil, para que as autoridades são-tomenses possam se inteirar sobre o processo brasileiro. «É um modelo que deverá ser implementado aqui. Vamos fazer uma visita ao Brasil, com os ministros dos sectores chaves, como Educação, Saúde, Agricultura, e das Finanças, para analisar como aplicar o modelo brasileiro», sublinhou.


Segundo Abdou Dieng, toda a sociedade são-tomense deverá estar envolvida na implementação do plano estratégico contra a fome. «Não é um plano do Governo, ou do PAM. É um plano do país. A volta da mesa estarão, o governo, a sociedade civil, os jovens,  as mulheres, todos juntos, para definir os objectivos e as metas a atingir», pontuou.


O Director Regional do PAM para África, garantiu que a aposta será feita na produção local de alimentos, para atender o país e os sectores onde, segundo ele o Estado tem suportado despesas elevadas em matéria de aquisição de víveres. Nomeadamente , os hospitais, quartéis, escolas e prisões.

 Copyright © Fuente (mencionado anteriormente). Todos los derechos reservados. El Land Portal distribuye materiales sin el permiso del propietario de los derechos de autor basado en la doctrina del "uso justo" de los derechos de autor, lo que significa que publicamos artículos de noticias con fines informativos y no comerciales. Si usted es el propietario del artículo o informe y desea que se elimine, contáctenos a hello@landportal.info y eliminaremos la publicación de inmediato.



Varias noticias relacionadas con la gobernanza de la tierra se publican en el Land Portal cada día por los usuarios del Land Portal, de diversas fuentes, como organizaciones de noticias y otras instituciones e individuos, que representan una diversidad de posiciones en cada tema. El derecho de autor reside en la fuente del artículo; La Fundación Land Portal no tiene el derecho legal de editar o corregir el artículo, y la Fundación tampoco espalda sus contenidos. Para hacer correcciones o pedir permiso para volver a publicar u otro uso autorizado de este material, por favor comuníquese con el propietario de los derechos de autor.

Comparta esta página