Dez anos de r-existência da Reserva Extrativista de Canavieiras (BA): | Land Portal | Sécurisation des droits fonciers à travers les données ouvertes
DMA

Informations sur la ressource

Date of publication: 
novembre 2018
Resource Language: 
ISBN / Resource ID: 
21769109
Pages: 
25
Desde o final dos anos 1960, a questão ambiental começa a ganhar nova qualidade com a emergência dos movimentos populares, evidenciando que a crise ambiental é uma faceta da crise epistêmica e política, marcada pela colonialidade do saber e do poder. Neste artigo será destacado o movimento das comunidades tradicionais do estado do Acre, sob a liderança de Chico Mendes, que deixaram registrados embates emblemáticos ao lutar pela criação das reservas extrativistas, que seria a reforma agrária dos seringueiros. Após, será feito um recorte para destacar a Reserva Extrativista de Canavieiras – um território composto por comunidades extrativistas tradicionais (maioritariamente, pescadores artesanais) –, localizada no sul do estado da Bahia. Por haver um corpo gestor que se constitui em um sistema de diversas instituições e escalas, as comunidades pesqueiras precisam lutar constantemente pela liberdade de se (re)inventarem e para se (re)afirmarem enquanto população tradicional, r-existindo.

Auteurs et éditeurs

Author(s), editor(s), contributor(s): 
Raquel de Carvalho Dumith
Publisher(s): 
DMA

A revista Desenvolvimento e Meio Ambiente é editada pelo Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento (PPGMADE) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os principais objetivos da revista são publicar artigos de qualidade sobre temas socioambientais nos âmbitos local, nacional e internacional e divulgá-los amplamente em vários circuitos acadêmicos. Ancorado em uma perspectiva interdisciplinar, o foco central da revista é a discussão de problemáticas que se inscrevam na intersecção entre sociedade e natureza.

Partagez cette page