South America related Blog post | Land Portal
Displaying 109 - 120 of 122
A Alquimia da Cura
1 January 2019
Authors: 
Alenice Baeta
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil
Em setembro de 2018 foi noticiada a depredação de conjuntos de grafismos rupestres antiquíssimos na caverna Kamukuwaká, situada no município de Paranatinga, estado do Mato Grosso, às margens do rio Tamitatoala ou Batovi, Alto Xingu, na Bacia Amazônica.
 
Gilvander Moreira
26 December 2018
Authors: 
Gilvander Moreira
Latin America and the Caribbean
South America
Brazil
A Ocupação dos Carroceiros e das Carroceiras, localizada na rua das Petúnias,2841, abaixo da linha do trem (Antiga Av. das Camélias, Rua Aderbal Rodrigues Vaz), no bairro Tirol, região do Barreiro, em Belo Horizonte, MG, está ameaçada de ser despejada no dia 27 de dezembro de 2018, às 6 horas da manhã, após a Defesa Civil de Belo Horizonte apresentar laudo tendencioso que diz que a ocupação está localizada em área de risco, induzindo o Poder Judiciário a erro. É também desatualizado o laudo da Defesa Civil.
 
Gilvander Moreira
12 December 2018
Authors: 
Gilvander Moreira
South America
Brazil

De autoria do Deputado Luiz Tadeu Martins Leite (Tadeuzinho), do MDB, o Projeto de Lei 3601/2016 trata das terras públicas e devolutas estaduais, já passou por três comissões e está prestes a ser aprovado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Fonte: Passa Palavras
23 November 2018
Authors: 
Gilvander Moreira
South America
Brazil
Justo é assentar as 450 famílias do MST, em Campo do Meio, MG, no latifúndio da Ariadnópolis, e jamais despejar. Por Gilvander Moreira[1]
 
Aconteceu ontem, dia 22 de novembro de 2018, uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na Comissão de Direitos Humanos, presidida pelo deputado Cristiano Silveira (PT). O assunto: ameaça gravíssima e profundamente injusta de despejo de 450 famílias de Sem Terra do MST, acampadas há 20 anos no latifúndio de 3.900 hectares da ex-usina Ariadnópolis, em Campo do Meio, no sul de Minas Gerais.
Jose Antonio Basto
6 November 2018
Authors: 
Jose Antonio Bastos
South America
Brazil

A Pequena comunidade Gonçal dos Mouras fica entre Urbano Santos e Barreirinhas. Saímos de Urbano Santos para fazer uma reunião com os moradores, reunião essa que alimentaria a ideia de criação da Associação dos moradores. Por que eles se interessariam em criar uma associação, se já moram lá há décadas? Saberiam da história de luta e conflitos em defesa da terra? Entenderiam a própria história – realidade essa de muitas outras comunidades rurais do Baixo Parnaíba que passaram por essa mesma experiência.

Guilherme Santos/Sul21
14 October 2018
Authors: 
Gilvander Moreira
South America
Brazil

O dia 09 de outubro de 2018 entrou para a história da luta dos povos indígenas em Minas Gerais. Foi um dia em que os Povos Indígenas Kiriri, Pataxó, Kamakã Mongoió e Tuxá estiveram em Belo Horizonte, na Cidade Administrativa, sede do governo do estado de Minas Gerais, para reunião com representantes da Mesa de Negociação do governo de Minas.

Instituto Gueledes
10 October 2018
Authors: 
Instituto Geledes
South America
Brazil
As conquistas disponibilizadas pela Reforma Agrária dão aos assentados muito além de um lote de terra. Em outubro de 1989, no município de Anastácio, no Mato Grosso do Sul, 181 famílias ocuparam uma fazenda pertencente à Rede Ferroviária Federal (REFSA) com o objetivo de fazer com que aquela terra cumprisse com a sua função social. Em fevereiro de 1993, 147 dessas famílias foram assentadas naquela área.
 
Gilvander Moreira
28 August 2018
Authors: 
Gilvander Moreira
Alenice Baeta
South America
Brazil

O ‘marco temporal da ocupação’ é uma argumentação insustentável e racista que ignora completamente as perseguições, violências e massacres sofridos por milhares de comunidades indígenas e quilombolas desde o período colonial, trazendo insegurança jurídica e social a estes povos.

Rio Madeira
10 August 2018
Authors: 
Jose Antonio Bastos
South America
Brazil
Mocambo e Rio dos Pretos – dois nomes incomuns. O primeiro representa uma antiga denominação dos aldeamentos de escravos fugidos das fazendas, Mocambo na “Língua Kimbundu” – ainda falada na África na região do noroeste de Angola-África, quer dizer “esconderijo ou refúgio para as matas”, o mesmo que “quilombo”. Ainda acentuando, Kimbundu é umas das línguas nacionais de Angola – “do povo banto. O Português tem muitos empréstimos lexicais desta língua obtidos durante a colonização portuguesa no território angolano e através dos escravos angolanos que vieram para o Brasil.