Mais de mil fazendas serão expropriadas por falta de aproveitamento | Land Portal
Cerca de mil e 700 fazendas há muito requeridas e até aqui sem qualquer aproveitamento, na província de Benguela, vão começar a ser expropriadas a curto prazo, de modo a dar primazia a quem tiver de facto condições financeiras para trabalhar a terra, informou hoje, nesta cidade, o chefe de departamento do Gabinete Provincial da Agricultura e Pecuária.
 
Segundo Martinho Gabriel, que falava à imprensa, das mais de mil fazendas requeridas, apenas 211 produzem regularmente, estando as demais sob completo abandono.
 
Sem apontar os níveis de produção actual ou hectares em aproveitamento, Martinho Gabriel indicou que, a maioria destas fazendas em funcionamento, estão mais concentradas na zona litoral de Benguela.
 
Para si, os imputes agrícolas estão cada vez mais caros, apesar das empresas importadoras os colocarem sempre nos mercados de consumo.
 
Contudo, disse que isso não inibe os investidores e tal como acontece em outras províncias, o governo de Benguela vai expropriar as fazendas inoperantes.
 
Entretanto, a Angop apurou que a campanha agrícola 2019/2020, a nível da província de Benguela, prevê uma colheita de 890 mil toneladas de produtos diversos, contra as 390.852 da época anterior.
 
Fonte: AFP

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.