Governo acredita que lei da terra vai diminuir conflitos comunitários | Land Portal
Bissau - O ministro da Administração Territorial da Guiné-Bissau, Fernando Dias, disse hoje que a lei da terra e a regulação das competências dos régulos (autoridades tradicionais) do país vão diminuir de forma drástica o nível de conflitos comunitários.
 
Desde que assumiu funções de ministro que também tutela o Poder Local, em fevereiro, Fernando Dias tem tentado dirimir conflitos entre comunidades, sobretudo as do interior da Guiné-Bissau.
 
De acordo com Fernando Dias, os conflitos são motivados, em grande medida, pela interpretação consuetudinária da forma de aquisição, posse e cedência da terra, que acaba por chocar com o direito moderno fixado pelo Estado.
 
Na maioria de casos que acabam em conflito, a figura do régulo (autoridade tradicional local) e os seus descendentes são os principais causadores do problema, descreveu o ministro à Lusa. "O régulo pensa ser o dono da terra e compete à sua linhagem decidir a forma de cedência, mesmo após a sua morte", exemplificou o governante, citando ainda casos de conflitos com pessoas que adquirem a terra ao Estado.
 
Fernando Dias é de opinião de que com a lei da terra e o seu regulamento, este aprovado em Conselho de Ministros em 2018, a conflitualidade vai baixar, até porque, defendeu, o "régulo saberá até onde pode ir" por exemplo na questão de terrenos adquiridos por investidores. O ministro defende que na Guiné-Bissau, contrariamente ao que se possa pensar, os conflitos não ocorrem por causa de questões étnicas, mas apenas pela posse da terra, ainda que alguns acabem em mortes e agressões físicas, admitiu.
 
Fernando Dias anunciou ainda estar em preparação um estatuto especial para os régulos e um conjunto de medidas para a sua dignificação nas comunidades.
 
"É necessário criar algumas condições mínimas ao régulo para que possa ser dignificado para que a 'tabanca' o respeite em função do apoio, da proteção que o Governo está a dar-lhe, enquanto seu legítimo representante ao nível da comunidade", declarou o ministro.

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.