Novo relatório oferece uma visão abrangente dos dados fundiários em Madagascar e defende um futuro de dados abertos | Land Portal

A Fundação Land Portal e a Open Data Charter lançaram o relatório Estado da Informação Fundiária em Madagascar: Uma estrutura de ação de dados abertos para Madagascar, esclarecendo o estado do ecossistema de dados de terras no país. O relatório serve como uma ferramenta de diagnóstico e guia abrangente, com o objetivo de catalisar mudanças e promover conversas sobre transparência de dados e governança de terras em Madagascar.

Elementos-chave:

  • Marcos de dados abertos: Madagascar, por meio do Ministério de Planejamento Territorial e Serviços Fundiários (MATSF - sigla em inglês), obteve grandes avanços na abertura de dados e informações fundiárias com a criação do observatório do território e do GEOPORTAL SILOAT, fornecendo acesso a informações bibliográficas sobre leis fundiárias, bem como a algumas informações sobre uso e desenvolvimento da terra.

  • Disponibilidade de dados fundiários: Os dados fundiários de Madagascar são classificados como Ligeiramente Abertos, indicando que está havendo progresso na abertura dos dados fundiários. Os dados legais, institucionais e de políticas são os mais promissores, sendo parcialmente abertos, mas são necessárias melhorias urgentes nos dados de posse e avaliação de terras. Os dados de desenvolvimento e uso da terra são apenas ligeiramente abertos e também devem ser aprimorados.

  • Interoperabilidade de dados de terras: Em parte como resultado da digitalização incompleta e da complexidade da governança fundiária em Madagascar, os dados fundiários estão espalhados por diversos órgãos governamentais, cada um com sua própria experiência, papel e função de gerenciamento. Além disso, devido à difusão inerente das funções de administração fundiária, os dados de terras são fragmentados, com interoperabilidade limitada de dados e limites de publicação aberta.

  • Estrutura jurídica e governança de dados: Madagascar se comprometeu com vários instrumentos internacionais de acesso à informação. Os compromissos nacionais incluem a Constituição de 2010, que estabelece o direito à informação e a lei de proteção de dados pessoais, mas Madagascar ainda não tem uma lei de acesso à informação.

As observações do relatório culminam em uma estrutura de ação de dados abertos que oferece um ponto de partida prático para que o governo de Madagascar melhore o gerenciamento e o uso de dados sobre a terra. As principais recomendações incluem a simplificação do acesso aos dados, o aprimoramento das colaborações e o desenvolvimento de capacidades entre as partes interessadas.

Os autores e autoras do relatório acreditam que, com a base já estabelecida pelo Ministério do Gerenciamento do Território e dos Serviços Financeiros e pelo Observatório do Território, Madagascar está preparado para continuar rumo a um futuro de dados mais transparentes e abertos. A adoção de uma Lei de Acesso à Informação, inspirada no modelo da União Africana, é destacada como um excelente ponto de partida.

Faça o download do Resumo Executivo do relatório aqui e do relatório completo aqui.

Este relatório está disponível em Inglês e Frances. 

Related content: 
Library Resource
State of Land Information in Madagascar

An Open Data Action Framework

Reports & Research
September, 2023
Madagascar

This report on the land data ecosystem in Madagascar is the first step towards providing a baseline and diagnostic tool to inform conversations around land and data governance. It aims to complement existing initiatives to improve the accuracy and extent of land data in Madagascar and identify opportunities to improve public access to all forms of land information.

Library Resource
State of Land Information in Madagascar

An Open Data Action Framework

Reports & Research
September, 2023
Madagascar

This report on the land data ecosystem in Madagascar is the first step towards providing a baseline and diagnostic tool to inform conversations around land and data governance. It aims to complement existing initiatives to improve the accuracy and extent of land data in Madagascar and identify opportunities to improve public access to all forms of land information.

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.

Share this page