Vozes do Pacífico clamam por ação urgente contra as mudanças climáticas | Land Portal

Foto: Water Alternatives Photos/Flickr

Escrito porMong Palatino. Traduzido por Luana Gabriela Marmitt

Ativistas estão utilizando arte e narrativas para transmitir sua mensagem

Em meio aos efeitos cada vez mais devastadores da crise climática, ativistas das nações insulares do Pacífico estão promovendo uma série de iniciativas que destacam histórias, narrativas e apresentações artísticas que apelam por uma ação global mais decisiva a fim de reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

A região do Pacífico enfrenta uma crescente vulnerabilidade ao impacto severo das mudanças climáticas, mesmo que sua contribuição para a poluição global seja mínima. Comunidades insulares estão em risco devido a catástrofes climáticas extremas, que obrigam muitos moradores a deixarem suas casas e ameaçam seu trabalho e modo de vida.

Por exemplo, o ativista climático Anterea, de Kiribati, falou ao site de notícias Contextsobre a motivação daqueles que estão considerando a opção de migrar:

Se nosso povo for afetado pelo aumento do nível do mar, não teremos para onde ir… Essa vida é boa para mim, mas e quanto à minha filha? Pelo bem dela, eu quero migrar, arranjar um emprego e contribuir para um novo lar.

Uma iniciativa recente que retrata essa migração forçada é o “Pacific Climate Tales” (Contos sobre o Clima do Pacífico), lançado pelo Escritório de Direitos Humanos da ONU em fevereiro. A iniciativa apresenta uma série de vídeos animados nos quais trabalhadores migrantes compartilham suas histórias pessoais sobre as mudanças climáticas.

Uma das histórias é a de Namatua Tuiniqaqa, cuja casa e meios de subsistência foram destruídos quando o furacão Winston atingiu Fiji em 2016, fato que o obrigou a procurar emprego na Nova Zelândia. Este vídeo mostra como inundações, aumento do nível do mar e outros eventos climáticos extremos estão deslocando habitantes das ilhas do Pacífico de suas comunidades.

O vídeo é acompanhado por uma história em quadrinhos que retrata a situação comum vivida pelos trabalhadores migrantes do Pacífico.

Heike Alefsen, representante regional dos Direitos Humanos da ONU no Pacífico, reconhece o poder da narração de histórias para compartilhar a situação dos moradores que foram forçados a migrar devido a desastres climáticos:

As histórias têm o poder de motivar, inspirar e conectar. Por meio dessas histórias, esperamos mostrar que os migrantes e as comunidades que os acolhem são mais fortes juntos.

Outra iniciativa é o Climate Stories Project (Projeto Histórias do Clima), que relata os testemunhos de indivíduos sobre o impacto das mudanças climáticas em suas vidas e comunidades. Um exemplo é a história de Efleda Bautista, da cidade de Tacloban, nas Filipinas, que falou sobre o impacto do super tufão Haiyan, que atingiu a parte central do país em 2013. Outra gravação é de AJ Tennant, de Sydney, Austrália, que compartilhou suas observações sobre incêndios florestais, destruição de recifes de coral e sua preocupação com o futuro da Grande Barreira de Corais.

Enquanto isso, o Pacific Islands Climate Storybook (Livro de Histórias sobre o Clima das Ilhas do Pacífico) documenta as experiências das comunidades para enfrentar os impactos da mudança climática na região. O livro foi desenvolvido pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos, em estreita colaboração com os Serviços Meteorológicos das Ilhas do Pacífico e outras organizações parceiras.

Uma colaboração criativa é o Mana Moana – Pacific Voices, uma coleção de vídeos artísticos exibidos durante a Convenção-Marco das Nações Unidas sobre a Mudança Climática em 2021. Os vídeos contaram com a participação de artistas e intérpretes locais que utilizaram poemas e literatura folclórica para expressar sua preocupação com a presente ameaça das mudanças climáticas no modo de vida da região. Um dos vídeos apresenta uma performance poética escrita e interpretada por Faumuina Felolini Maria Tafuna’i, de Samoa.

Outro vídeo mostrou as diversas vozes do Pacífico que transmitiram o apelo urgente por uma ação local e global contínua com o objetivo de restaurar o ecossistema do planeta.

Uma obra poderosa que é um chamado para povos em todo o Pacífico e ao redor do mundo a fim de combater as mudanças climáticas. Sabedoria e visões de mundo antigas da Oceania utilizadas para enfrentar a crise e a questão de liderança mais urgentes de nossos tempos.

A diversidade de iniciativas e campanhas demonstra como a crise climática é uma questão premente para as comunidades do Pacífico, que já estão vivenciando os efeitos de décadas de emissões e práticas ambientais negligentes por parte de países altamente poluentes.

Esta matéria foi publicada originalmente em Global Voices. 

Compartilhe esta página