terras indígenas related Blog post | Land Portal
Existem 1,518 itens de conteúdo relacionados a terras indígenas no Land Portal.

terras indígenas

LandVoc browser in AGROVOC: 
<a href='https://explore.landvoc.org/landvoc/en/page/?uri=http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_86524ff8' target='_blank'>https://explore.landvoc.org/landvoc/en/page/?uri=http://aims.fao.org/aos/agrovoc/c_86524ff8</a>
Exibindo 1 - 12 de 124
Foto: Circulação
25 Abril 2022
Authors: 
Gabriel Pensani Siqueira
América Latina e Caribe
Brasil
Chile

A primeira reunião da Conferência das Partes (COP 1) do Acordo Regional sobre o Acesso a Informação, a Participação Pública e o Acesso a Justiça em Assuntos Ambientais na América Latina e no Caribe — conhecido como Acordo de Escazú — começou nesta quarta-feira (20), na sede da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), em Santiago, Chile [1]. Este é um instrumento internacional cujo objetivo é dar importância da participação social, do acesso à informação e do acesso à justiça para a realização do Desenvolvimento Sustentável [2].

Fonte: APIAN
15 Abril 2022
Authors: 
APIAN Nicaragua
América Latina e Caribe
América Central
Nicarágua

Por APIAN – Aliança de Povos Indígenas e Afrodescendentes da Nicarágua

Ricardo Pretor
14 Março 2022
Authors: 
Gilvander Moreira
América Latina e Caribe
América do Sul
Brasil

Lideranças Xucuru Kariri e Lideranças indígenas Xukuru-Kariri e Kamakã-Mongoió na entrada da Retomada Indígena, vigiada e controlada por Segurança Privada da mineradora Vale S/A. Município: Brumadinho, MG. Foto: Ricardo Pretor, em fevereiro de 2022. 

Fonte: Cejil
11 Fevereiro 2022
Authors: 
CALPI Nicaragua
América Latina e Caribe
América Central
Nicarágua

O Centro de Assistência Legal aos Povos Indígenas (CALPI) recebeu hoje, 7 de fevereiro de 2022, uma reclamação de líderes e membros do Território Mayangna Sauni As - localizado na zona central da Reserva da Biosfera de Bosawás, na costa caribenha da Nicarágua - os quais estão em estado de alerta devido ao deslocamento de pelo menos 120 não-indígenas armados com armas de guerra na área Yapu Kitang (Salto Lagarto) local sagrado; os homens se mudaram da área do rio Pis Pis para a área do rio Waspuk, perto do no morro Kumapaitah, para ocupar violentamente a mina de ouro Sulun - atualmente o loc

Foto: Fundação Prilaka
7 Janeiro 2022
Authors: 
Prilaka Foundation
América Latina e Caribe
América Central
Nicarágua

Hoje, 7 de janeiro de 2022, 48 membros da comunidade de Sangnilaya entraram em plantações para verificar uma nova tentativa de ocupação violenta e ilegal.  Por volta das 11h desta manhã, outro membro da comunidade, aproveitando a presença maciça de membros da comunidade para ir ver sua horta, relatou ter ouvido tiros de espingarda.  

Denisa Starbova
3 Dezembro 2021
América Latina e Caribe
América do Sul
Brasil

Indígenas apurinã em área incendiada na Terra Indígena Valparaíso, no Amazonas, ainda não demarcada
Imagem: Denisa Starbova

Por Bárbara Dias e Valéria Pereira Santos, especial para a coluna

O fogo tem sido uma arma usada contra povos e comunidades tradicionais como parte do processo de grilagem, diretamente associado ao desmatamento, o que tem beneficiado o agronegócio e a mineração. Se, antes, as áreas públicas eram os maiores alvos, hoje, as terras indígenas se tornaram um dos objetivos principais. 

Oleg Yasinsky
15 Novembro 2021
América Latina e Caribe
América Central
Guatemala

Por Ilka Oliva Corado

Desde os tempos da ditadura, por gerações, ouvimos que “em boca fechada não entra mosca”. Será por isso que morremos pela boca e nos tornamos tão descarados e sem vergonha assim? Porque não se trata do medo pelo que os nossos avós viveram na ditadura, mas, sim, de ignorar a violência sofrida pelos povos originários, que sempre foram vistos como serviçais dos mestiços urbanos. Foram os povos indígenas os mais espancados, os mais empobrecidos, os mais explorados ao ponto de “ter o couro arrancado”, os que mais foram vítimas de assassinatos em massa.

Jorge Nogueira
20 Outubro 2021
África
Saara Ocidental

Foto: Jorge Nogueira

Numa altura em que os saharauis, cansados de esperar pelo direito internacional e as promessas das Nações Unidas, voltam a pegar em armas, recordo a última vez que estive com um povo deixado no meio do deserto a quem roubaram a terra.

Por Nuno Ramos de Almeida 

Lucas Landau / Reuters
8 Outubro 2021
América Latina e Caribe
América do Sul
Brasil
Garimpeiros trabalham na extração ilegal de ouro em Itaituba (PA), em 4 de setembro de 2021.LUCAS LANDAU (REUTERS)
 
Por Luna Gámez
 
Em Jacareacanga, município situado no coração da Amazônia, no sudoeste do Pará, parte dos salários são pagos em ouro. A febre do garimpo emprega a maioria da população local: além dos garimpeiros, essa atividade faz proliferar a demanda por barqueiros, mecânicos e cozinheiros, assim como um aumento da prostituição.
 
Foto: Michelle Carrere para Mongabay
12 Setembro 2021
Authors: 
George Henriquez
América Latina e Caribe
América Central
Nicarágua
O bicentenário da independência centro-americana soa exótico.Os governantes destes Estados irão certamente celebrá-lo com grande fervor, celebrações e discursos em que estou quase certo de que as lutas de resistência, sobrevivência e contribuições que os afro-descendentes e os povos indígenas fizeram, para o desenvolvimento destas sociedades centro-americanas, se tornarão invisíveis.  Para fundamentar o acima exposto, teremos de passar rapidamente por 200 anos de invisibilização histórica, nos quais mostraremos a nossa presença nesta parte do istmo compilada em textos, artigos, discursos,
Foto: Francisco Davis Phatterson
28 Agosto 2021
Authors: 
CALPI Nicaragua
América Latina e Caribe
América Central
Nicarágua
Foto: Francisco Davis Phatterson
 

Blogues

Eventos

Debates

Organizações

CNPQ

O CNPq foi criado pela Lei nº 1.310, de 15 de janeiro de 1951, com a denominação de Conselho Nacional de Pesquisas. Na ocasião, o art. 1º, §1º dessa lei atribuiu ao conselho personalidade jurídica própria e o subordinou diretamente à Presidência da República. Posteriormente, a Lei nº 6.129, de 6 de novembro de 1974 transformou o Conselho Nacional de Pesquisas no atual Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e reformulou sua configuração jurídica, atribuindo-o personalidade jurídica de direito privado, sob a forma de fundação.

The Alianza Territorial Mapuche (PuLofMapuXawvn ) is one of the grassroots organizations based in Gulu Mapu, the Chilean side of Wallmapu. The ATM’s core mission is the full defence of the Mapuche’s inherent rights, especially concerning the protection of their territory and natural environment. ATM is similar to an NGO in the sense that the organization is not registered under Chilean law. The ATM covers different territories of the Mapuche Nation and is involved in several communities that feel they represent the spirit of the organization.

Anuario Antropologico

Anuário Antropológico (Anuário Antropológico)

Anuário Antropológico é uma revista semestral do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília (PPGAS/UnB). Publica artigos originais, ensaios bibliográficos, resenhas, críticas e outros textos de natureza acadêmica que apresentem pesquisas empíricas de qualidade, diálogos teóricos relevantes e perspectivas analíticas diversas. A Revista publica textos em português, inglês, espanhol ou francês.Os artigos selecionados pela comissão editorial são submetidos a pareceristas externos em regime de anonimato.

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB é uma instância de aglutinação e referência nacional do movimento indígena no Brasil, que nasceu com o propósito de:

– fortalecer a união dos povos indígenas, a articulação entre as diferentes regiões e organizações indígenas do país;
– unificar as lutas dos povos indígenas, a pauta de reivindicações e demandas e a política do movimento indígena;
– mobilizar os povos e organizações indígenas do país contra as ameaças e agressões aos direitos indígenas.

Martinus Nijhoff Publishers was an independent academic publishing company dating back to the nineteenth century, which is now an imprint of Brill Publishers. Founded in 1683, Brill is a publishing house with a rich history and a strong international focus. The name was changed to Brill–Nijhoff. Brill is a prestigious imprint with its portfolio focuses on areas in Public International Law, Human Rights, Humanitarian Law and increasingly on International Relations. Brill publishes over 800 books per year in both print and electronic format.

CEAS

Desde que foram lançados (1969), os Cadernos do CEAS buscam discutir criticamente temas diversos, que se relacionam com questões sociais, sempre na perspectiva de analisar a realidade brasileira em sua inserção internacional, apontando as iniciativas das classes trabalhadoras como caminho para a superação das situações de opressão e dos seus traços mais perversos, com o resgate da gigantesca desigualdade social que torna o Brasil um caso único e extremo entre os países industrializados.

Mission et Objectifs

Le CED s’est donné pour mission de contribuer à la protection des droits, des intérêts, de la culture et les aspirations des communautés locales et autochtones des forêts d’Afrique Centrale, par la promotion de la justice environnementale et de la gestion durable des ressources naturelles dans la région.

Nos objectifs sont les suivants:

csu

Ciências Sociais Unisinos é uma publicação quadrimestral da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos e dedica-se a publicar artigos inéditos que contribuam para a reflexão e o estudo interdisciplinar das Ciências Sociais.

 

ccda_guatemala

The CCDA is an organization that fights for the improvement of the living conditions of the indigenous farmers by seeking a global change in the social, economic and political spheres, and for the respect of the cultures, ethnicity, language(s), traditions and territories of these peoples.

OE

Editora Expressão Popular (Editora Expressão Popular)

Produzir ótimos livros, de qualidade e a preços acessíveis. Mas como atingir este objetivo? Só há um caminho: contar com a solidariedade de sujeitos dos movimentos populares e das universidades. Esse foi o motivo que reuniu, em janeiro de 1999, um conjunto de homens e mulheres das mais diversas faixas etárias, de diferentes profissões, e cujas  trajetórias tinham um traço em comum: o compromisso com a construção de um novo mundo. A partir disso iniciamos a organização de centenas de profissionais para colaborar conosco e transformar nossas ideias em realidade.

UFS

Editora UFS (Editora UFS)

A Editora UFS, composta pelo Conselho Editorial e pela Coordenação Gráfica, tem como missão atuar na divulgação da produção cultural e científica tanto da comunidade universitária quanto da sociedade como um todo. Através do lançamento periódico de editais e da publicação de obras avulsas, esta Editora tem realizado um trabalho de divulgação de obras científicas e culturais produzidas por autores sergipanos e do restante do Brasil.
 

Compartilhe esta página

Últimas notícias

27 Janeiro 2017
Brasil

Por Renato Santana, da Assessoria de Comunicação – Cimi