UNILA abre seleção para estudantes indígenas e refugiados | Land Portal
As inscrições são gratuitas e os candidatos devem realizá-las diretamente na página da UNILA; as aulas terão início em outubro, de forma remota
 

A UNILA abriu duas novas seleções para cursos de graduação em 2021: para indígenas aldeados de nove países da América do Sul (inscrições até 21 de julho) e para refugiados e portadores de visto humanitário (inscrições até 30 de julho). Para as duas modalidades, as inscrições são gratuitas e on-line.

edital PROINT 05/2021 regulamenta a seleção de estudantes indígenas provenientes de nove países da América do Sul e o edital PROINT 06/2021 é destinado a estudantes refugiados e portadores de visto humanitário de qualquer nacionalidade e que já residam no Brasil ou outro país latino-americano.

Os candidatos devem ter concluído o ensino médio ou equivalente fora do Brasil e ter, no mínimo, 18 anos (até o dia da matrícula). No momento da inscrição, é necessário anexar, em formato PDF, os documentos pessoais e escolares exigidos pelos editais. Para inscrever-se em qualquer uma das duas modalidades, é necessário acessar a página da seleção e cadastrar-se no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). 

Ao realizar a inscrição, momento em que os candidatos irão anexar todos os documentos exigidos, é necessário selecionar a opção na modalidade de demanda social. O edital prevê o número mínimo de uma vaga em cada curso de graduação oferecido pela UNILA para cada uma das duas modalidades de seleção. 

Após serem convocados e matriculados, os estudantes selecionados poderão solicitar os auxílios estudantis do Programa de Assistência Estudantil da UNILA. O quantitativo de vagas para os auxílios de moradia, alimentação e transporte dependerá da disponibilidade orçamentária da Universidade. Os critérios para a concessão dos subsídios financeiros estão descritos nos editais.

Seleção de indígenas

Este é o terceiro ano em que a UNILA realiza uma seleção voltada para estudantes que fazem parte de povos indígenas aldeados. Até o momento, 35 indígenas já estudam na UNILA, resultado de processos seletivos dos últimos anos. Podem participar da seleção candidatos da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Entre os documentos que deverão ser anexados no momento da inscrição está uma declaração de pertencimento do candidato a uma comunidade indígena, assinada pelas lideranças. O modelo desse documento está disponível no edital (anexo II). Inscrições abertas até o dia 21 de julho.

Podem participar desta seleção candidatos que tenham status de refugiado, sejam solicitantes de refúgio ou portadores de visto humanitário reconhecido no Brasil. Até o momento, a UNILA conta com 40 estudantes de graduação que se declararam refugiados e portadores de visto humanitário. Inscrições abertas até o dia 30 de julho.

Para participar desta seleção, a UNILA exige que os candidatos tenham concluído o ensino médio ou equivalente, e que morem há mais de doze meses no Brasil ou em outro país latino-americano. Serão aceitas inscrições de candidatos que apresentem certificado de proficiência em língua portuguesa ou espanhola ou que atendam a outros critérios relacionados ao tema que estão previstos no edital. 

Copyright © da fonte (mencionado acima). Todos os direitos reservados. O Land Portal distribui materiais sem a permissão do proprietário dos direitos autorais com base na doutrina de “uso justo” dos direitos autorais, o que significa que publicamos artigos de notícias para fins informativos e não comerciais. Se você é o proprietário do artigo ou relatório e gostaria que ele fosse removido, entre em contato conosco pelo endereço hello@landportal.info e removeremos a publicação imediatamente.

Várias notícias relacionadas à governança da terra são publicadas no Land Portal todos os dias pelos nossos usuários, partindo de várias fontes, como organizações de notícias e outras instituições e indivíduos, representando uma diversidade de posições sobre cada tópico. Os direitos autorais estão na origem do artigo; a fundação não tem o direito legal de editar ou corrigir o artigo, nem endossar o seu conteúdo. Para fazer correções ou solicitar permissão para republicar ou outro uso autorizado deste material, entre em contato com o detentor dos direitos autorais.

Compartilhe esta página