Cinquenta jovens no Lucala recebem terras para o cultivo | Land Portal

Fotografia por: Vigas da Purificação/Edições 

Cinquenta jovens do município do Lucala, na província do Cuanza-Norte, beneficiaram de 29 hectares de terra destinados à produção agrícola, no quadro do Pojecto Agro-Jovem, inserido no Plano Nacional de Desenvolvimento (PND 2018-2022).

Na aldeia do Coio, em cerca de dez hectares de terras já se deu início ao cultivo, enquanto na localidade de Mataba Dondo começou a desmatação de cerca de nove hectares.

Numa visita de constatação do arranque dos trabalhos na localidade de Mataba Dondo, a administradora municipal do Lucala, Maria Mafuta, afirmou que acções semelhantes estão a ser feitas na localidade da Kilessa, maior zona de produção agrícola no município, onde serão cultivados dez hectares de terra.

Assegurou que a Administração Municipal disponibilizou, igualmente, máquinas para o êxito dos objectivos do projecto, que passa pela promoção da empregabilidade e incentivar os jovens a envolverem-se mais nas actividades produtivas que geram renda, focando-se na prática da agricultura.

A administradora acrescentou que a lavoura na sua municipalidade tem sido o caminho para minimizar o problema do desemprego no seio juvenil, através de iniciativas empreendedoras e de redução da pobreza. "Existem muitos jovens envolvidos em cooperativas no município, que contam com o apoio da Administração Municipal na criação e legalização das cooperativas, cedência dos títulos de superfície, bem como no acesso às sementes, fertilizantes e meios mecânicos”, avançou.

De acordo com o director do Gabinete Provincial da Agricultura, Pecuária e Pescas, Manuel Fernando Domingos, o Programa Agro-Jovem na província contempla cerca de 900 jovens, 90 para cada município, com 120 hectares de terras para cada zona de cultivo.

Acrescentou que o Agro-Jovem está destinado à produção agrícola, avicultura e piscicultura. Garantiu que o  financiamento  é da responsabilidade das administrações.

 

Copyright © da fonte (mencionado acima). Todos os direitos reservados. O Land Portal distribui materiais sem a permissão do proprietário dos direitos autorais com base na doutrina de “uso justo” dos direitos autorais, o que significa que publicamos artigos de notícias para fins informativos e não comerciais. Se você é o proprietário do artigo ou relatório e gostaria que ele fosse removido, entre em contato conosco pelo endereço hello@landportal.info e removeremos a publicação imediatamente.

Várias notícias relacionadas à governança da terra são publicadas no Land Portal todos os dias pelos nossos usuários, partindo de várias fontes, como organizações de notícias e outras instituições e indivíduos, representando uma diversidade de posições sobre cada tópico. Os direitos autorais estão na origem do artigo; a fundação não tem o direito legal de editar ou corrigir o artigo, nem endossar o seu conteúdo. Para fazer correções ou solicitar permissão para republicar ou outro uso autorizado deste material, entre em contato com o detentor dos direitos autorais.

Compartilhe esta página