Covid-19: Angola retoma desminagem com medidas de distanciamento | Land Portal | Protegendo os direitos da terra através de dados abertos
As atividades de desminagem, que haviam sido suspensas no âmbito do Estado de emergência, decretado em Angola devido à covid-19, vão ser retomadas, anunciou hoje a Comissão Nacional Intersetorial de Desminagem e Assistência Humanitária (CNIDAH). 
 
Numa nota de imprensa, a que a agência Lusa teve hoje acesso, salienta-se que cabe às operadoras criar condições propícias de transporte e alojamento dos profissionais no campo, que salvaguardem as regras de distanciamento físico.
 
Enquanto durar a vigência do Estado de exceção, aclara o documento, os operadores devem utilizar a sua força de trabalho, apenas até 50 por cento, recaindo-lhes a obrigatoriedade do estrito cumprimento das orientações das autoridades sanitárias até que a situação volte ao normal.
 
A decisão da CNIDAH foi tomada por se ter verificado o abrandamento das restrições anteriormente impostas no âmbito do Estado de emergência, nomeadamente a circulação interprovincial, convindo assegurar a continuidade das tarefas de desminagem em todo o território nacional, não obstante as razões sobre a cerca sanitária persistirem.
 
Angola está agora a cumprir o terceiro período de Estado de emergência, decretado com vista a garantir a prevenção e o controlo da propagação do novo coronavírus, que já provocou no país duas mortes, de um total de 27 casos positivos, dos quais sete estão curados.
 
O país lusófono libertou, nos últimos cinco anos, 90 por cento das áreas suspeitas de contaminação por minas, mas continua a integrar a lista dos dez Estados mais contaminados no mundo, fruto de mais de três décadas de guerra.
 
Com mais de 100 quilómetros quadrados de terras suspeitas de terem minas terrestres e outros vestígios de armamento, 18 anos depois do fim da guerra, o país continua a registar mortes e mutilações dos seus cidadãos.

Copyright © da fonte (mencionado acima). Todos os direitos reservados. O Land Portal distribui materiais sem a permissão do proprietário dos direitos autorais com base na doutrina de “uso justo” dos direitos autorais, o que significa que publicamos artigos de notícias para fins informativos e não comerciais. Se você é o proprietário do artigo ou relatório e gostaria que ele fosse removido, entre em contato conosco pelo endereço hello@landportal.info e removeremos a publicação imediatamente.

Várias notícias relacionadas à governança da terra são publicadas no Land Portal todos os dias pelos nossos usuários, partindo de várias fontes, como organizações de notícias e outras instituições e indivíduos, representando uma diversidade de posições sobre cada tópico. Os direitos autorais estão na origem do artigo; a fundação não tem o direito legal de editar ou corrigir o artigo, nem endossar o seu conteúdo. Para fazer correções ou solicitar permissão para republicar ou outro uso autorizado deste material, entre em contato com o detentor dos direitos autorais.

Compartilhe esta página