Dia Internacional da Mulher Rural promove mudanças pela alimentação global | Land Portal

Foto: ICRISAT/Flickr (CC BY-NC 2.0)


ONU quer alteração da realidade atual em que apenas 15% das terras pertencem a mulheres; produtoras vivendo no campo representam mais de 40% da força agrícola nos países em desenvolvimento.


As Nações Unidas marcam neste 15 de outubro o Dia Internacional da Mulher Rural, sob o tema “Mulheres Rurais Cultivando Boa Alimentação para Todos”.


O Fundo Internacional de Desenvolvimento da Agricultura, Ifad, estima que um quarto de todas as trabalhadoras do mundo atua na agricultura. Em economias de baixa renda, a proporção chega a 62%. 


Negócios resilientes


Os cálculos indicam que apenas 15% das terras pertencem a mulheres. Elas têm menos acesso ao crédito e estão impedidas de criar um negócio resiliente. 


As mulheres representam mais de 40% da força de trabalho agrícola nos países em desenvolvimento, variando entre 20% na América Latina e 50% ou mais em áreas da África e Ásia.


A previsão das Nações Unidas é que mais de metade das meninas com origem em famílias rurais pobres casem ainda crianças em alguns países.


Para o presidente do Ifad, Álvaro Lario, as mulheres e meninas rurais são agentes de mudança nas suas comunidades. Ele pede que além de se reconhecer seu papel durante as celebrações, também seja reforçado.


Mudanças nas economias 


Um evento antecipado da Organização da ONU para Alimentação e Agricultura, FAO, marcou a semana de festividades em Santiago do Chile. A reunião evidenciou a ação das mulheres nos campos agrícolas e não agrícolas à medida que os sistemas agroalimentares se desenvolvem e ocorrem mudanças nas economias. 


Nesses setores, elas atuam como agricultoras, varejistas, assalariadas, empreendedoras, mas continuam acentuadas as desigualdades em áreas como gênero e sistemas agroalimentares. 


Para a FAO, a situação evidencia os desequilíbrios na insegurança alimentar e nutricional, na pobreza e no aproveitamento do tempo na América Latina e no Caribe.


A ONU Mulheres diz apoiar a construção da resiliência, das competências e da liderança do grupo no relatório “Além da Covid-19: Um plano feminista para a sustentabilidade e a justiça social.”


O documento apela à reconstrução do sistema alimentar global com meios de subsistência para as mulheres rurais. A meta é estimular a produção e distribuição alimentar para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 


Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável 


Os temas enfatizados no Dia Internacional da Mulher Rural têm relação com a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável no Objetivo 2, sobre Fome Zero, e no Objetivo 5, sobre a Igualdade de Gênero.


A Assembleia Geral definiu a data indicando o “papel crítico e a contribuição das mulheres rurais, incluindo as indígenas, na melhoria do desenvolvimento agrícola e rural, melhoria da segurança alimentar e na erradicação da pobreza rural”.



 

 

Copyright © da fonte (mencionado acima). Todos os direitos reservados. O Land Portal distribui materiais sem a permissão do proprietário dos direitos autorais com base na doutrina de “uso justo” dos direitos autorais, o que significa que publicamos artigos de notícias para fins informativos e não comerciais. Se você é o proprietário do artigo ou relatório e gostaria que ele fosse removido, entre em contato conosco pelo endereço hello@landportal.info e removeremos a publicação imediatamente.

Várias notícias relacionadas à governança da terra são publicadas no Land Portal todos os dias pelos nossos usuários, partindo de várias fontes, como organizações de notícias e outras instituições e indivíduos, representando uma diversidade de posições sobre cada tópico. Os direitos autorais estão na origem do artigo; a fundação não tem o direito legal de editar ou corrigir o artigo, nem endossar o seu conteúdo. Para fazer correções ou solicitar permissão para republicar ou outro uso autorizado deste material, entre em contato com o detentor dos direitos autorais.

Compartilhe esta página