Japão anuncia fim de projeto de desminagem em Angola | Land Portal
Author(s): 
Lusa
Language of the news reported: 
Portuguese

Foto: jbdodane/flickr

A embaixada do Japão em Angola anunciou o encerramento de um projeto de desminagem na província angolana do Moxico, financiado em março de 2022 no valor de 647 mil dólares (599 mil euros), após desminagem de 345.871 quilómetros quadrados.

O projeto financiado pelo governo japonês e implementado pela Mines Advisory Group (MAG) encerra na segunda-feira, segundo um comunicado da embaixada nipónica enviado hoje à Lusa, em Luanda.

Pelo menos 345.871 quilómetros quadrados foram desminados e 1.912 artefactos, incluindo 37 minas explosivas, removidos "a fim de criar uma vida mais segura face ao perigo das minas para as populações beneficiadas", no município do Luena, leste de Angola.

A Agência Nacional de Ação contra as Minas, o governo provincial do Moxico e as comunidades da aldeia do Luzo foram os parceiros deste projeto.

O Japão apoia Angola com projetos comunitários de ação contra as minas desde 1999, e já desembolsou mais de 16 milhões de dólares (14 milhões de euros) "não reembolsáveis", em programas de assistência e projetos comunitários no país lusófono.

 

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.

Share this page